scrolling='no' 1ª Parte sobre Convergência das Mídias. Entendendo a história dos meios de comunicação. | Tendências de marketing digital e redes sociais na Web 2.0

O Marketing Digital nas Plataformas de Redes Sociais

1ª Parte sobre Convergência das Mídias. Entendendo a história dos meios de comunicação.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

De tanto se tem ouvido falar em convergência das mídias, onde os principais meios de comunicação se convergem para um único meio, com o advento da INTERNET e com a possibilidade desse meio específico disponibilizar para o usuário todas as características especificas como visão, audição, escrita e leitura, características respectivamente dos meios televisivo, radiofônico e jornalístico convencionou-se, portanto dizer que a INTERNET é o meio para qual todos as mídias irão convergir. Como temos observado, essa convergência nos últimos anos vem acontecendo de forma bastante espontânea, não é necessário impor que determinados meios que façam parte também da rede, porém de fato isso já vem acontecendo e o fato de determinado jornal impresso tenha passado também para uma home Page própria na Web não quer dizer que o mesmo jornal não mais passará a ser impresso diariamente, uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa – Principio básico da assessoria de imprensa. Mas que a tendência “futura” é que o diretor do jornal veja que no site ele tem retorno maior, pode comunicar-se instantaneamente com o leitor, atualizar as noticia em real time, publicar furos jornalísticos, analisar quais as páginas e matérias são mais visitadas e com isso “descobrir de fato quem é o leitor daquele jornal”, enfim diversas possibilidade que o jornal imprenso não daria retorno IMEDIATO.


Vivemos em uma sociedade na qual o tempo se tornou escasso e necessitamos de instrumentos que facilitem nossa vida. O Fato de conseguirmos todas as ferramentas para nos informarmos, interagirmos, e nos entretermos enquanto estamos, por exemplo esperando alguém na praça de alimentação de um shopping é muito importante para que não sejamos levados pela “onda da falta de tempo”.



Breve história dos principais meios de comunicação do século XX.


Primeiramente quero deixar bem claro que os três meios que irei mencionar como exemplos de convergência de mídias não irão desaparecer do mundo OFF porque migraram para INTERNET. Muito pelo contrário, todos eles irão existir e o que irá mudar é a forma de como esses meios irão se comportar com relação a essa nova maneira de comunicação.


Rádio:

Importante ferramenta de comunicação no inicio da década de 20 e final dos anos 50. Por mais de 30 anos reinou absoluto no País sendo este idolatrado por todos. Programas de auditórios era o carro chefe e foi nos chamados “Anos de Ouro do Rádio” que surgiram grandes cantores e cantoras, como exemplo podemos citar o Aguinaldo Rayol e a Emilinha Borba. Além de programas de auditórios, foi no rádio que também surgiu outra paixão nacional: As radionovelas que mais tarde passou a ser exibidas na televisão.


Televisão:

Trazida para o nosso País no início da década de 50 pelo Paraibano Assim Chateaubriand, a televisão passou a fazer parte do dia a dia dos brasileiros mais ricos. Tida como artigo de luxo, exibia basicamente os programas de auditórios que eram veiculados pelos rádios. Com ela surgiram as principais redes de televisão do Brasil, a TUPI ( do grupo diários associados) e a Record, mas tarde com a falência da TV TUPI, surgi o Grupo Globo, comandado pelo Jornalista Roberto Marinho, a Globo até hoje lidera a preferência dos brasileiros, porém a Record também está de olho nesta fatia do mercado, que por muitos anos a pertenceu.


Jornais e revistas:


Não existe uma data especifica para entrada do jornal em nosso País. Alguns autores falam que essa forma de mídia teve força após a abolição da escravatura, ou seja, no século XVIII, porém foi no inicio do século XX que os jornais e revistas obtiveram força, devido ao maior número de alfabetizados no Brasil. Na época da ditadura militar, diversos jornalistas, principalmente de jornais impressos foram presos e exilados por publicar em seus jornais noticias contra a ditadura, acusados de anarquistas muitos foram mortos.

Como podemos observar, depois dessa “mini-aula” de história é que todos os meios de comunicação tiveram anos importantes e também anos difíceis em suas histórias, mas que nenhum deles simplesmente sumiram do mapa com o surgimento do outro. A verdade é que todos se completam e necessitam um do outro para que tenhamos informações consistentes. A INTERNET somente reuni, de uma forma ou de outra, essas mídias a fim de facilitar o dia a dia de cada um de nós. No caso como a INTERNET é feita por pessoas, nós os reunimos em um só lugar para facilitar nosso convívio.

No próximo post vamos falar sobre cada uma dessas mídias no meio Web. Diante mão os assuntos serão sobre WebRádio, WebTv, jornalismo online e Revistas Eletrônicas. Já podem ir pesquisando!

Priscylla Duarte - Jornalista

Artigos relacionados:

2ª parte sobre Convergência das Mídias

3ª parte sobre Convergência das Mídias

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget