scrolling='no' 12/12/10 - 19/12/10 | Tendências de marketing digital e redes sociais na Web 2.0

O Marketing Digital nas Plataformas de Redes Sociais

Comunicado Muito Importante Para Você Leitor:

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010


Blog de Férias!





O Blog Tendências de Marketing Digital e Novas Mídias na Web 2.0 está entrando em recesso de final de ano. 
Voltaremos com mais artigos, novo layout e mais novidades na segunda quinzena de janeiro/2011.
Até lá preparei 8 artigos para não deixá-los na mão – Seguem Logo Abaixo deste Post
Iremos abordar nesses artigos temas relacionados ao E-commerce, Surgimento das Redes Sociais, uma breve opinião sobre o Filme A Rede Social, dicas para empresários e estagiários de comunicação, e os mais de 100 artigos que estão postados aqui, ao longo de quase 1 ano de Blog.
Enfim vocês terão bastante leitura nesses 30 dias de férias! Caso precisem se comunicarem, usem o Twitter @priscylladuarte, durante 2 vezes na semana estarei lá Tuitando, se precisarem mandem uma DM!
P.S: Caso aconteça algo extraordinário durante essas férias, do Blog, prometo abrir uma exceção e vir aqui postar para vocês!
Abraços,


Priscylla Duarte | Jornalista
@PriscyllaDuarte

Votos de Final de Ano

O Blog Tendências de Marketing Digital e Novas Mídias na Web 2.0 Deseja à todos os Leitores:

Feliz Natal e Próspero Ano Novo!



Que  o seu Natal  seja  abençoado, trazendo toda paz  e harmonia que você precisa!
Para que o seu  Novo Ano, seja repleto de realizações, aspirações  e desejos da  verdadeira  felicidade.
Eu, Priscylla Duarte - autora do Blog -  desejo à todos os leitores, profissionais e estudantes de comunicação, marketing e publicidade, um Natal  repleto de paz e harmonia e que o ano de 2011 seja propício para a realização de todos os seus projetos de vida.

Feliz Natal e um Próspero ano novo!


Priscylla Duarte | Jornalista
@PriscyllaDuarte

Redes Sociais - Você realmente sabe como tudo começou?



As Redes Sociais foram sem sombra de dúvidas a revolução da primeira década do século XXI.

Essa revolução tornou-se a principal e quem sabe o centro da Internet 2.0. Mas você já parou para pensar como tudo isso surgiu? Muitos de nós achamos que as Redes Sociais - ou melhor - os sites de relacionamento surgiram em 2004 com o Facebook e o Orkut, mas na verdade não foram esses os primeiros sites de relacionamentos de que se tem notícias.

No final da década de 90, mas precisamente em 1999, Shawn Fanning - estudante de ciências da comunicação - de STANFORD - criou o primeiro programa de downloads do mundo com foco em redes sociais. Isso mesmo! A primeira rede social que se tem notícia surgiu devido à paixão por música de um estudante de 19 anos.

O Napster era um programa de compartilhamento de arquivos em redes. O usuário podia baixar a música e compartilhar outras que não tinham no programa, os participantes também podiam postar comentários a respeito do álbum, emitindo críticas e opiniões, gerando assim - uma rede - muito parecida com a que conhecemos atualmente.

Porém, devido as complicações que as gravadoras colocam em cima dos direitos autorais das músicas, infelizmente o Napster teve que ser direcionado para outro modelo de comércio - a não colaborativa e gratuita - hoje o Napster comercializa as músicas para download - obedecendo as leis de direitos autorais dos seus autores – Fugindo completamente do que conhecemos por Rede Social e o que a WEB 2.0 Prega: A colaboração de conteúdo gratuito.

É importante sabermos que essa onda de Redes Sociais - sempre existiu nas universidades americanas - não podemos nos esquecer que o Facebook surgiu dentro da própria STANFORD e tinha como objetivo bem simples - Interligar todos os estudantes da universidade - O conceito de Rede Social é bastante objetivo - Unir pessoas que tem elos em comum umas com as outras - E com o passar das informações - filtrar interesses em comum, gostos e anseios - tornando assim um circulo vicioso e frenético que cresce a medida que você colabora e conseqüentemente adiciona mais e mais amigos - Priscylla Duarte 
(conceito).

Estamos entrando na 2ª década do século XXI e sem sombra de dúvidas iremos mais uma vez vivenciar o crescimento desses sites de relacionamentos e também o surgimento de outras plataformas interativas e colaborativas - bastante diferentes dessas que hoje utilizamos.

Realmente, há um mundo novo a ser explorado, e ainda grandes ideias surgirão ao longo dos próximos 10 anos, que bom que iremos fazer parte mais uma vez dessa revolução comunicacional e tecnológica!

Comunicado:

O Blog está entrando de férias! Vocês poderão me encontrar no Twitter @priscylladuarte - Voltarei com mais artigos e novidades no dia 15 de janeiro - Até lá! Continuem #webcolaborando!



Priscylla Duarte | Jornalista
@PriscyllaDuarte

A Rede Social – Facebook – A força de um jovem genuinamente Geração Y




Na última quarta-Feira eu e meu esposo  (@williampub) fomos assistir ao filme sobre o Facebook - A Rede Social – abre parênteses (aconselho à todos os interessados no assunto a darem uma passadinha no cinema mais próximo e ver o filme, que está muito bom e esclarece muitas dúvidas a respeito de como o Facebook tornou-se essa supremacia cibernética tão respeitada e admirada por todos os envolvidos e usuários da plataforma, ou outras plataformas de sites de relacionamento).
É reconfortante saber que a origem-mãe desses sites de relacionamentos é:  se e somente se "fazer amigos"; os especialistas ou profissionais da área de comunicação que  optaram por trabalhar com essas ferramentas devem saber que: de nada adianta uma campanha publicitária nas Redes Sociais se as mesmas não forem focadas EXCLUSIVAMENTE nos usuários da ferramenta.
Ao assistir o filme vocês observarão, ou já observaram, caso já tenham assistido, que tudo aconteceu de uma forma viral - a partir dos e-mails de uma fraternidade importante da universidade - e este é o principal elo quando se quer fazer uma campanha online - Onde soltar e com quem começar - É necessário sim que o início da campanha tenha origem com alguém relevante na rede só então o seu viral obterá êxito!
Eu já admirava o Mark pela sua visão empreendedora, astúcia e foco em um objetivo - características de pessoas que nasceram para terem sucesso em tudo o que fazem - mas, agora que vi realmente a história “bastante fiel" de como surgiu o Facebook, eu passei a admirá-lo muito mais, afinal para um jovem de apenas 22 anos, na época,  saber identificar um problema e solucioná-lo dessa forma, merece realmente toda a nossa admiração e respeito – Verdadeiramente Geração Y - Inquieto.
Como eu sempre falo: Não é por que você tem 19 à 30 anos que fará parte da Geração Y, nem todo jovem nessa idade é um jovem Y - Para ser Geração Y o jovem tem que ter o espírito muito semelhante ao Mark - CEO do Facebook - E infelizmente aqui no nosso País - Brasil, nossos jovens não tem ainda foco em objetivos relevantes e muito menos garra para enfrentar horas e horas de muito trabalho e dedicação a algo dessa magnitude.


Priscylla Duarte | Jornalista
@PriscyllaDuarte

5 Características de um Jovem Geração Y

 Não são todos jovens entre 19 e 30 anos que se encaixa no conceito de Geração Y - sem generalizar! Abaixo 5 características essenciais em um jovem característico da Geração Y, veja se você se encaixa nas características listadas:





1. Um jovem geração y tem 03 C que são caracteristicas importantes: criativo, comunicativo e capitalista!


2. O verdadeiro jovem geração y não corre atrás de concursos ou empregos estáveis, ele mesmo faz o emprego dele - são auto: didatas e suficientes.


3. Jovem Y pensa e fala muito rápido. São totalmente voltados e ligados em novas tecnologias e usam de artemanhas para galgar espaço na sociedade.


4. Ser geração y é ir na contra-mão de tudo que é velho, parado no tempo e pede raíz.

5. O Jovem Geração Y é essencialmente empreendedor.


E aí leitor, você realmente é Geração Y?


Priscylla Duarte | Jornalista
@PriscyllaDuarte

Política de Conteúdo deste Blog - Veículação em blogs de terceiros



COMUNICADO IMPORTANTE:



Acho importante e válido disseminar conteúdos relevantes na web e este é o propósito deste blog. Porém é de suma importância que o autor do blog, estudantes e profissionais que se interessaram por algum artigo contido neste blog, faço-o dentro das normas de veiculação de conteúdo de terceiros.
Quero e fico muito feliz quando vejo um artigo escrito por mim, postado ou sendo mencionado em outros blogs da mesma área e em redes sociais, mas peço que por favor: Ao copiar o artigo ou mencionar alguma opinião minha em seus blogs ou perfis sociais - Informem a fonte e dê link para o blog do conteúdo original. Mencione o nome do autor: Priscylla Duarte - Jornalista, tal qual temos em cada finalização dos posts escritos por mim, bem como o meu Twitter: @priscylladuarte.
Este blog sempre estará a disposição para conteúdo na área de comunicação e marketing digital, desde que os interessados mencionem quem escreveu sobre o tema. Estou sempre online, seja via Twitter ou por E-mail, até mesmo pelo Formspring me caso necessitem perguntar algo ou solicitar a veiculação dos artigos do Blog: Tendências de Marketing Digital e Novas Mídias na web 2.0 em qualquer outro veículo ou meio de comunicação, seja online ou offline, desde que solicitem e eu autorize a veiculação.

Atenciosamente;

Priscylla Duarte | Jornalista
@PriscyllaDuarte

Agências Web: Como atender melhor o seu cliente

A empresa que procura uma agência de publicidade seja especializada em publicidade digital ou tradicional, procura nesta agência atenção e dedicação por parte das mesmas. Quando a agência tem menos contas, ou seja, menos clientes, ela tem maiores chances de desenvolver melhor o trabalho oferecido ao cliente, uma vez que, sendo pequena, o contato será mais próximo, ela conhecerá melhor o serviço do cliente e tem maiores chances de desenvolver lanços afetivos, o que é fundamental nesse tipo de serviço.

A agência precisa acreditar no serviço oferecido pelo seu cliente para poder fazer uma campanha melhor elaborada e que tenha apelo emocional, isso é fato!

Quando a agência é grande, o tratamento nunca será igual a da agência pequena. Muitos clientes, muitos cases para desenvolver, pouco contato pessoal e muitas vezes o cliente é conhecido apenas pela a área de atuação, o contato direto não é valorizado, e isso interfere muito no desenvolvimento do trabalho.


Sabemos que quantidade é bom, sim é! Mas, muito melhor que quantidade de clientes, é a qualidade dos clientes. Do que adianta, me respondam: ter incontáveis clientes, se apenas uma parcela desses clientes serão bem atendidos, e a outra vai falar mal do seu serviço? de nada, vai perder a outra parcela mesmo; que se distribuirão entre os concorrentes da sua empresa.


É melhor, a agência ter um número menor de clientes, desenvolver um excelente trabalho e com isso ser divulgado, pelos próprios clientes, gerando propaganda gratuita e de relevância, trazendo melhores clientes, que não vão dá dor de cabeça para sua empresa e seus colaboradores e com isso crescer de forma qualitativa e não quantitativa. Pense.


Dicas:

Agências - A quantidade de clientes não quer dizer nada, pois o cliente sabe quando o trabalho é bem ou mal feito. E pode ter certeza: Cliente nenhum contrata uma agência de publicidade por ela ter vários clientes, ele contrata a agência pela qualidade do trabalho prestado. Se sua agência consegue dá conta de inúmeros clientes e ainda fazer um serviço excelente ( o que eu duvido) parabéns! Agora se não (o que eu acho bem mais provável) tá na hora de rever seus conceitos para não ficar para trás.


Clientes - Na hora de escolher a sua agência tenha em mente que publicidade trabalha única e exclusivamente com criatividade e criatividade não se adquire com o passar dos anos, ela vem da pessoa. Procure agências criativas, que não sejam engessadas no passado. Lembre-se que publicidade e passado não andam juntos, a publicidade anda de mãos dadas com o presente e é fã do futuro!





Priscylla Duarte | Jornalista
@priscylladuarte

E- Commerce: O Promissor mercado de vendas online


Os investimentos na área de publicidade na internet vêm crescendo à medida que as empresas tomam consciência da importância de está presente e inserida no contexto desse veículo.
Na mesma proporção que a Internet cresce, cresce também o número de sites, blogs e portais, tornando-a um meio bastante propício para se fazer marketing.
Devido a este  constante crescimento, podemos observar também a tendência de algumas empresas em investir em lojas online, dando espaço para franquias de lojas virtuais, abrangendo com isso o seu campo de atuação. Dados estáticos comprovam que o E-Commerce ( comércio eletrônico) vem se tornando uma fonte de investimento bastante promissora para as empresas atentas a este emergente mercado.
No Brasil o número de sites com estrutura de E-commerce vem se tornando uma constante, e grandes empresas nacionais, entre outras já se utilizam dessa fantástica ferramenta web de vendas online.
A tendência mundial para os próximos 10 anos é que todas as lojas físicas tenham também suas franquias online, seja de qual serviço esteja sendo oferecido é importante dá ao cliente a oportunidade de comprar sem necessariamente sair de casa, por isso faz-se necessário que as empresas investiam nesse tipo de mercado.


Priscylla Duarte | Jornalista
@priscylladuarte

Ocorreu um erro neste gadget