scrolling='no' Twitter – O Passarinho quer piar, ou melhor, tuitar! | Tendências de marketing digital e redes sociais na Web 2.0

O Marketing Digital nas Plataformas de Redes Sociais

Twitter – O Passarinho quer piar, ou melhor, tuitar!

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011


Com esse post damos início ao especial Twitter. Serão 4 artigos totalmente voltados para a plataforma do passarinho azul.


 O Twitter surgiu mundialmente no ano de 2006, mas só no final de 2008 inicio de 2009 foi que entrou no gosto das pessoas. Alguns achavam que seria só fogo de palha, outros, no entanto, viram uma ótima oportunidade de comunicação – Em tempo real e com a possibilidade de atingir um grande público assim o Twitter virou a bola da VEZ. Atualmente a rede de microblog possui mais de 200 mil cadastrados, mas estima-se que somente 40% desses perfis estejam realmente ativos. O Brasil já ocupa o 2º lugar onde o Twitter é mais acessado, em 1º lugar temos os Estados Unidos, país de origem do microblog. 
 Devido à capacidade de comunicação instantânea o Twitter passou a ter caráter mais noticioso, deixando de lado a pergunta básica do site: O que você está fazendo? Para na verdade: O que está acontecendo? Não é a toa que os perfis mais seguidos no Twitter são perfis de celebridades, jornais, blogueiros e especialistas em assuntos específicos. O conteúdo nesse site de relacionamento é o principal objetivo. Por isso o Twitter adquiriu caráter informacional, sendo bastante utilizado também para campanhas de Marketing e publicidade digital, além é claro, de divulgação de cases e teasers de sucesso.
 No ano de 2009 houve um crescimento significativo dos sites de relacionamentos, o Facebook atingiu a marca de 500 milhões de seguidores, surgimentos de novas redes como, por exemplo: o Formispring me – Perguntas diretas aos participantes dos perfis, Linkedin – Rede social de Networking e O Gengibre – Espécie de Twitter, só que ao invés de escrever 140 caracteres temos que falar, surgiram como forma de complementar as que já existiam ou como forma de segmentar os participantes, levando-os para comunidades e fóruns. 
O Twitter, porém foi o que teve maior crescimento e com isso destaque, graças ao uso jornalístico e publicitário, a rede de microblogs parece ter “ganhado” de vez o coração dos comunicadores. Com isso não é difícil achar na rede perfis específicos com foco na informação.
Nos meus estudos sobre o Twitter observei que o site é muito mais uma ferramenta de divulgação e participação em massa dos Twitters ( termo usado para descrever os seguidores da rede) e nesse espaço as campanhas de publicidade não tem vez. Se as marcas pretendem fazer parte desse veiculo de comunicação, devem por obrigação explorar campanhas, promoções e divulgações  de cases digitais. Nesse espaço o MUNDO OFF deve fazer parte subliminarmente, uma vez que os participantes dessa rede tem como característica o de ditar as regras, diferentemente do que acontece nos meios de comunicação tradicionais.



Priscylla Duarte | Jornalista
@priscylladuarte

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget