scrolling='no' O Twitter como formador e manipulador de opinião | Tendências de marketing digital e redes sociais na Web 2.0

O Marketing Digital nas Plataformas de Redes Sociais

O Twitter como formador e manipulador de opinião

quarta-feira, 2 de março de 2011


Como todo veículo de comunicação de massa o poder de formular e manipular conteúdo são características centrais do mass media, e como essa manipulação e formulação de opiniões pode ser observado no Twitter?

Estudando o uso da ferramenta e o público que a utiliza, observamos que no Twitter não existe uma centralização de notícia, o que ocorre é a passagem das mensagens através de RT (Retuites) e de seguidores. No meio Twitter a importância de determinadas notícias se dá primeiramente no divulgador dela – o quanto esse locutor tem de propriedade para divulgar ou opinar sobre determinado assunto, essa credibilidade é alcançada através de publicações relevantes, concisas e perpetuais, sendo notória a participação desses individuo na rede e como isso relevante para os retuites.

Outra forma bastante clara de como se tornar um formador de opinião na rede de microblog’s é direcionar um tema, basicamente temas que gostamos de conversar, que pesquisamos e somos articulosos na hora de discutir sobre esse assunto. Seguindo as pessoas que também compartilham pelo interesse a esse tema, o diálogo e contribuição na rede serão bastante promissores, gerando assim um recurso que resolvi chamar de “colaboração de temas referentes” onde não é necessário ser especialista naquele tema, mas geralmente os participantes entendem e muito sobre o assunto. É o caso de Twitter’s referentes à moda, corridas de fórmula 1 entre outros temas. Geralmente os participantes são curiosos no assunto, porém os post’s são tão ou mais interessantes do que estudiosos e especialistas.

Preparei 5 dicas importantes de comportamento no Twitter que servem para todos os tipos de perfis, após algumas observações e vivencias percebi que seguindo essa linha de presença on line teremos mais chances de sermos “notados”, o objetivo não é ter milhões de seguidores, mas sim ter seguidores que passem a diante a sua mensagem, fato este que, em minha concepção, é o verdadeiro motivo desse site de relacionamento existir. São elas:

1. Mantenha uma linguagem simples e eficaz. Assim será mais fácil criar laços de relacionamentos. Usar palavras muito difíceis dificulta o diálogo. Lembre-se: o objetivo de uma rede social é criar vínculos e não demonstrar quem é que sabe mais ou quem sabe menos. Na Rede todos nós somos iguais.

2. Tente não postar em seqüências. O grande barato do Twitter é tuitar e esperar o seu twitter ser retuitado. Tuitando seguidas vezes você só estará sendo inoportuno e gerando SPAM na time line do seu seguidor. E isso poderá gerar um unfollow e não é isso que queremos.

3. Muito cuidado com os erros de português e palavras digitadas na pressa. Ora, não há necessidade de pressa, estamos nos divertindo e não apostando corrida de rua.

4. Crie uma identidade. Assim você será lembrado por algum bordão, pelo seu BG (Background) ou pelo o seu conteúdo. Mas haja o que houver se destaque.

5. Retuite. Retuitar é uma forma de você mostrar a quem você está seguindo que ela é importante, e mais ainda: Ela escreveu algo bacana e que deve ser passado a diante.

Com essas dicas básicas para iniciar-se no mundo do microblog você conseguirá se destacar e mais ainda se tornará relevante na rede, objetivo de todos os participantes.

Manipulação:

Outro ponto importante no Twitter é a forma de manipulação da notícia. Como já sabemos essa rede social no Brasil, especificamente, é mais utilizada para informar algo que está acontecendo, inclusive essa é a nova pergunta que substituiu à original: o que você está fazendo? Essa manipulação se dá de diversas formas, porém o RT é a mais utilizada. Veja bem, não estamos falando sobre deturpação de notícias, que nada mais é do que: Manipular a notícia de forma a distorcer a informação, dando outro sentido. No caso do Twitter a manipulação que estamos analisando é a forma de manipular a fim de retransmiti-la. Quando retuitamos alguma informação, muitas vezes temos que reeditá-las e nessas reedições precisamos dizer o que já estava sendo dito, porém com muito menos palavras para obedecer aos 140 caracteres do Twitter, essa é a forma de manipulação que estamos falando. Com o objetivo de passar a informação à diante.

Nunca distorcendo o fato e sempre colaborando. 

Outra forma bastante encontrada de manipulação no Twitter é os #Fail, essa hashtag é uma forma de dizer que aquele perfil não é o verdadeiro, esse tipo de tag é muito usado para perfis não oficiais de artistas, celebridades, políticos ou campanhas. Alias usar o # antes de qualquer palavra indexará essa palavra no sistema de buscas do Twitter e assim acharemos mais rápido determinado Tópico, trend ou post. Por isso quando digitamos: #Priscylladuarte consultora em conteúdo Web e redes sociais, estamos dando ênfase ao nome da consultora e lançando esse nome para o sistema de buscas, todos os trends e tópicos com essa hashtag serão linkados e ao procurar por #Priscylladuarte será mais fácil de encontrar.

Outra forma bastante usada desse tipo de ferramenta do Twitter é em ações de marketing digital ou campanhas online, um case bastante discutido em alguns blogs foi o #bemmisteriosa que foi lançado no Twitter, esse case demonstrou também a imaturidade em lidar com ações em redes sociais, uma vez que essa campanha especificamente demorou dias para dizer quem seria a “bem misteriosa”, e para falar a verdade não acompanhei até o final, uma vez que ações em redes devem durar horas e não dias, como foi o caso.

Dando sentido contrário a essa hashtag, foi lançada a tag #bemmisteriosafail onde os participantes do Twitter, muitos criativos, inventaram uma forma de se divertirem e criticarem o case de origem. Mas a diante iremos citar alguns cases de sucessos e fracassos no Twitter para que fique bem claro como devemos usar essa ferramenta de forma organizacional, simples e objetiva em nossas campanhas digitais.


Priscylla Duarte | Jornalista
@priscylladuarte

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget