scrolling='no' E-Family. A primeira rede social para a família | Tendências de marketing digital e redes sociais na Web 2.0

O Marketing Digital nas Plataformas de Redes Sociais

E-Family. A primeira rede social para a família

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Já ouviram falar de rede social para mamães? Pois é! Uma rede social que junta em um só lugar mulheres com o mesmo ideal: Tornarem-se as melhores mães para os seus filhos. Trata-se do site: www.efamily.com que está no ar há 11 anos trazendo informações preciosas sobre amamentação, educação dos filhos, nutrição dos pequenos e gestantes, parto humanizado entre outros temas que fazem parte do universo das mamães do Brasil e do Exterior.

Descobri esse site há aproximadamente dois anos, por acaso, pesquisando assuntos femininos na Internet e mesmo não sendo mãe na época eu me cadastrei. Primeiramente por que o Fórum de participação entre elas era muito ativo e eu sentia falta de conversar assuntos de mulher com outras mulheres, como toda mulher gosta de fazer, é claro. Desde então sempre dei uma passadinha lá nos fóruns e tentava na medida do possível interagir com elas através do meu Nick: Prygomes.

Percebi que esse site é muito mais que uma fonte de informação sobre gravidez, filhos e cuidar do relacionamento marido/mulher; nele encontramos pessoas de verdade com suas dificuldades e anseios, e o mais interessante disso tudo, percebi que as participantes se solidarizam com os problemas e dificuldades umas das outras, na mesma medida e proporção para a felicidade também, e isso é raro hoje em dia.

A primeira rede social da família, esse é o Slogan do E-family; e realmente é. Neste site encontramos desde mulheres que desejam com toda a força de seus corações terem um filho, até como cuidar de um bebê recém - nascido e como se relacionar com os maridos depois que o bebê nasce, é verdadeiramente uma fonte inesgotável de informações e o melhor: todas elas são geradas pelas próprias participantes através de suas experiências pessoais; o E-Family traduz em todas as formas o conceito de rede social: Receber e Trocar informações através de pessoas comuns.

Outra característica muito comum aos sites de redes sociais e que observamos também no E-Family é a interação entre os participantes do site: Subindo fotos de seus filhos, postando imagens de seus ultrasons, disponibilizando músicas infantis para baixar, entre outras trocas tão comuns a esse modelo de comunicação.

A amizade entre as participantes é algo bastante intrigante; pois a pergunta que se faz é: como pode alguém nem conhecer pessoalmente a outra e já gostar tanto dela? Eu respondo: É totalmente possível, pois gostamos do jeito da pessoa e não de como ela é fisicamente. Esse vínculo é tão forte que as mamães do E-Family organizam também encontros nacionais em uma cidade escolhida do País e aí elas podem se conhecerem pessoalmente e apresentar seus filhos, assunto principal do fórum. E aquela amizade verdadeira que nasceu quem diria de um site – algo que deveria ser tão frio e sem nenhum tipo de troca; passa então de amizade virtual para a amizade dita real – o tão esperado momento de ser ver pessoalmente ( isso é rede social).

Porém ninguém poderá dizer que esta amizade que ganhou forças através de um site de relacionamento desde o principio sempre foi real, afinal ali você está colocando sua vida, você está divulgando para o mundo inteiro o que você tem de mais precioso: o seu filho ( é você na realidade trocando informações com pessoas reais através de um meio virtual).

Portanto, elas estão sim fazendo elos importantes em suas vidas e que muito provavelmente não será desfeito com a distância, afinal elas já se conheceram assim.


imagens da internet


Priscylla Duarte | Jornalista

2 comentários:

Alê (Anunes): Da Fertilidade à Maternidade! disse...

Muito legal o artigo, me familiarizei muito, pois foi no e-family que comecei minha experiência com redes sociais. Criei um blog, o Da Fertilidade à Maternidade, http://www.dafertilidadeamaternidade.com.br, apartir da minha participação no fórum, que deu origem a minha paixão por esse assunto das redes sociais e claro da fertilidade e maternidade, :o)).

Gabriela disse...

Pry, adorei o artigo!!!! Parabéns!!! Sou suspeita de falar, pois estou viciada no E-family! Rsrs
Beijos Gabi_RJ

Ocorreu um erro neste gadget