scrolling='no' Geração Y e seu comportamento nas redes sociais | Tendências de marketing digital e redes sociais na Web 2.0

O Marketing Digital nas Plataformas de Redes Sociais

Geração Y e seu comportamento nas redes sociais

quinta-feira, 15 de abril de 2010



Se antigamente tínhamos o maior cuidado em não expor a nossa vida, hoje em dia a verdade é que não conseguimos viver sem nos expor. Todo mundo já sonhou com os seus 15 minutos de fama na mídia, em ser o centro das atenções, ditarem moda e ser referencial para um grupo de pessoas. Com o advento das redes sociais ter nossos minutinhos de fama nunca foi tão fácil, basta criar o seu perfil em alguma plataforma que uma hora ou outra a estrela vai brilhar para você. Foi assim com a Malu Magalhães, cantora Teen que iniciou sua carreira através de seu canal no You Tube e a partir da INTERNET chegou até as rádios e Emissoras de televisão do País e hoje em dia faz sucesso também fora do Brasil, o mesmo aconteceu com a Stefanie do Cross Fox, postando um videoclipe caseiro que virou mania nacional e rendeu a menina de apenas 17 anos sucesso e reconhecimento. Outro case interessante é o próprio BBB deste ano que colocou dois brothers na casa “retirados” do Twitter, a polêmica Tessália e o divertido Serginho e para encerrar os exemplos podemos destacar também a atriz Laura Neiva, de 14 anos, descoberta através do Orkut e que hoje faz sucesso com o Filme “A Deriva” no qual é a protagonista. Sem mencionar as celebridades anônimas de capas de comunidades como: As Natalenses são mais gatas, as cariocas são as melhores, Gatos e Gatas do Orkut, entre outras comunidades de moda e beleza que conhecemos pela plataforma mais utilizada no País.

Vídeo do You Tube

A rede social nos proporciona uma série de possibilidade que quando bem utilizadas e na hora certa podem abrir novos caminhos e traçar um futuro bem diferente se não existissem atualmente. Delas nasceram grandes talentos, muitas vezes de pessoas que nem sabiam que tinham esses talentos, simplesmente postaram um vídeo, um áudio ou uma foto em seus perfis, e foram encontradas e com isso tiveram a chance de crescer, lembram da Susan Boyla? Hoje em dia não precisamos correr atrás, basta darmos uma forcinha que hora ou outra sempre aparecerá à oportunidade.


Vídeo do You Tube

Bem diferente da época de nossos pais que para conseguirem algo eles tinham que correr muito para alcançar os seus sonhos, principalmente se este sonho estiver ligado a área artística ou de comunicação. Antigamente, quem pensaria que alguém poderia “conseguir um emprego” através de uma página na Internet? Ou melhor, quem acharia que a INTERNET iria existir um dia, ou que o mundo iria se tornar tão pequeno e as pessoas tão próximas devido a uma página pessoal em um ambiente virtual? Ou melhor: Quem saberia definir virtual? Talvez você ainda não tenha parado para pensar, mas: Vivemos em um mundo cheio de oportunidades, elas estão bem aqui na nossa frente, o que acontece é que insistimos em pensar com o pensamento do passado. Quero estudar para passar no concurso X, quero me forma em direito para ser advogado da vara da família, quero ser jornalista para trabalhar em jornal, entre outras barbaridades que escuto por aí, saídas da boca de pessoas jovens entre 18 a 30 anos. Gosto muito quando encontro alguém da minha idade que diz NÃO a concurso público, que quer trabalhar para fazer um mundo diferente, que quer ser advogado especializado em crimes virtuais ou que ser jornalista é pensar prá frente. Esses sim farão a diferente daqui 10, 20 anos e serão extremamente bem sucedidos em suas carreiras. Diga sim ao novo, principalmente se você for novo! Digo sempre isso em minhas conversas sobre redes sociais ou assuntos ligados a INTERNET.


Gostaria de terminar este post com um pensamento que eu particulamente me identifico muito. Na verdade é uma campanha publicitária de 1984 (ano em que eu nasci). Está campanha foi elaborada para o lançamento do Mactosh da Apple – uma empresa que pensa diferente.

And you? Think different?

Texto da peça publicitária:

“Um brinde aos loucos. Os desajustados. Os rebeldes. Os criadores de casos. As peças redondas em buracos quadrados. Aos que vêem as coisas de forma diferente. Aos que não gostam de regras. Aos que não tem respeito pelo Status Quo.
Você pode citá-los, discordar deles, glorificá-los ou torná-los vilões.
Mas a única coisa que você não pode fazer é ignorá-los. Porque eles mudam as coisas. Eles empurram a raça humana adiante.
E enquanto alguns podem vê-los como loucos, nós vemos gênios. Porque as pessoas que são loucas o bastante para pensar que podem mudar o mundo, são as pessoas que fazem isso”.

y

Vídeo do You Tube

Imagens da Internet

Priscylla Duarte | Jornalista

3 comentários:

Blog do Natan disse...

Olá Priscylla, você tem razão em tudo que disse, e isso se deve tambem ao fato dessas pessoas serem empreendedoras, e ao verem uma oportunidade de se destacarem conseguiram um lugar ao sol!!

Abraço!!

Maria Marçal disse...

Priscylla, muito prazer.
A internet tem dessas coisas: nos leva a encontrar pessoas diferentes, posicionamentos diferenciados, mas tem somente uma coisa que não consegue fazer que é traduzir a emoção, os batimentos cardíacos de cada cidadão desse Planeta.

Assim que amei, também, teu Blog e sou adepta a esse "abrir o leque" e ver no que dá...sempre usando a verdade em sentimentos, palavras e atitudes.

Um beijo carinhoso de tua nova amiga do Sul,
Maria Marçal - Porto Alegre - RS

obs.: achei demais este vídeo apresentando "os diferentes".

Darcy Mendes disse...

Essa é a pura verdade! Todo mundo (entre aspas) tem oportunidade de aparecer - seja para melhor ou para pior. E tem gente que acaba, além de ficando famoso, ganhando uma boa grana com isso. Que o diga o MysteryGuitarMan!

Ocorreu um erro neste gadget