scrolling='no' O Fim do Google Wave | Tendências de marketing digital e redes sociais na Web 2.0

O Marketing Digital nas Plataformas de Redes Sociais

O Fim do Google Wave

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Na semana passada toda a comunidade on line foi pega de surpresa com o anúncio oficial no Blog do Google onde nos informavam o Fim da Rede Social Google Wave. Ninguém esperava que uma Rede Social com pouco mais de 1 ano sucumbisse dessa forma, tão rapidamente diante do boom que hoje em dia vivenciamos; onde milhares de Ferramentas com o mesmo intuito de sociabilizar nascem e permanecem vivas e fortes no mundo das Redes Sociais.

Mas o que aconteceu de errado com o Wave? Em minha opinião inúmeros erros cometidos pelo Google fizeram com que essa ferramenta que surgira com o intuito de unir todas as redes sociais em um único lugar viesse a morrer no auge da era das Mídias e Redes Sociais. Dentre tantos erros, o que mais se destacou e foi crucial logo nos primeiros meses de vida do Wave foi à necessidade de convite para participar, impedindo assim a disseminação viral da ferramenta, fato importante para impactar os potenciais usuários da emergente rede, e principal característica da web 2.0. O fato de, a princípio, o Google disponibilizar a ferramenta para alguns usuários e depois restringir o acesso para quem possuía convite, não foi uma boa ideia. Por quê será que o Facebook já tem 500 milhões de usuários? A resposta está na excelente ferramenta viral que estrutura o Facebook, para que em cada novos usuários sejam espelhados os convites para gerar mais usuários a partir de seus contatos de E-mails, entendeu Google?

Além disso, a usabilidade e a acessibilidade da ferramenta não eram tão intuitivas como devem ser as ferramentas de Redes Sociais – Não me faça pensar – é primordial para uma excelente Rede Social, esse fato também não ocorreu com o Wave. Em minha experiência com a ferramenta tive bastante dificuldade em manuseá-la e por isso preferi deixá-la de lado; pelo visto não foi somente a minha pessoa que o fez – Uma ferramenta nada intuitiva, aliada a falta de disseminação viral, culminou no fim da Rede Social do não tão gigante Google.

Os testes da ferramenta Wave, segundo o próprio Google, foram feitos por crianças entre 07 e 10 anos de idade, que não tiveram nenhuma dificuldade no manuseio, então por quê será que a maioria das pessoas se queixaram da falta de intuição do Wave? Alguma coisa estava errada nisso, e não era com os usuários, a prova foi tanta que até o final deste ano o Wave deve dizer adeus ao mundo das Redes Sociais.
A verdade é que o Google nunca foi muito bom em desenvolver Redes Sociais. Lembram-se do Google Buzz? O microblog que prometia superar o Twitter? Pois é, nunca mais ouvi falar nele também, como é que está a ferramenta? O fato é que o Google é uma excelente empresa desenvolvedora de aplicativos para Internet, mas peca pelo excesso, sabe aquele ditado: Querer abraçar o mundo com as pernas? Encaixa-se perfeitamente nessa circunstância.

Acho o Google uma empresa incrível, revolucionária em vários aspectos – sou fã mesmo. A própria ferramenta de busca e o analytics em minha opinião já estão de bom tamanho, não precisam de mais nada, apenas aprimorá-las sempre.

Agora o Google quer entrar no mercado de Redes Sociais para Games, vamos ver no que vai dá. Em se tratando de Google, podemos esperar tudo, ou algo fantástico como sãos as ferramentas de analise, buscas e publicidade digital, ou algo desastroso como foi o Google Wave.

Imagem da Internet

Priscylla Duarte | Jornalista
@priscylladuarte

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget